domingo, 16 de janeiro de 2011

Bondade

Se você se acha ou conhece alguém que pratica apenas bondade, ou você não conhece a pessoa direito, ou você não se conhece direito, todos os seres humanos sem exceções são maldosos de alguma forma, sim, oportunistas, interesseiros, invejosos, ambiciosos, tem de todo tipo, uns mais e outros menos, mas todo ser humano pensa unicamente e exclusivamente nele mesmo, até nas coisas boas que fazemos, nós fazemos já pensando no que receberemos em troca, somos bons com outras pessoas por interesse mesmo, por mais que a pessoa pareça praticar apenas pura bondade ela tem um fundinho “filha da puta” que você não conhece e que talvez só vá conhecer depois de um bom tempo de amizade ou casamento com ela, mas temos que aprender a conviver com nossas “filhasdaputagens” e as dos outros também. Afinal, o quão ruim seria você se assumir que é ruim? Acredito que nenhum pouco, pelo contrário, acredito que um alto nível de cultura é alcançado quando nos livramos de auto bajulações e crenças supersticiosas. A pessoa que se diz religiosa e 100% bondosa está no ápice da hipocrisia.
Se religião fosse sinal de bondade Hitler não teria feito o que fez.
Um exemplo dessa hipocrisia está escrito no livro mais lido e controverso(na minha opinião), A “Bíblia Sagrada” onde as pessoas que a escreveram citam um ser(Deus) que é infinitamente bondoso, justo, 100% compreensivo e ama a todos igualmente mas ao mesmo tempo diz para você temer ele, como assim? Ter medo de algo que é infinitamente bondoso? Será que é mesmo bondoso? Porque no próprio livro é citado a IRA de Deus, o dilúvio, destruição de cidades, sacrifício humano. Você tem certeza que é justo condenar ao sofrimento, angústia e tristeza eterna no fogo no inferno uma pessoa só porque ela é homossexual ou não acredita na bíblia?
Enfim, se até para criar um personagem fictício totalmente bom em um livro o homem não conseguiu muito menos conseguirá ser um.
“O ateu não diz ‘Deus não existe’. O que ele diz é ‘Eu não sei o que você quer dizer com Deus. Esta palavra não tem um significado claro ou definido para mim. Eu não nego Deus porque não posso negar aquilo que não consigo conceber e cuja concepção pelos que defendem sua existência é tão imperfeita que eles não conseguem defini-lo para mim” (Charles Bradlaugh, Nov. 25, 1883)
Deus no banco dos réus Vídeo de complemento.

Apresentação

Olá meus caríssimos leitores, estou começando a blogar agora e esse é meu primeiro post, peguem leve comigo ok?
Sim, tenho consciência que minha escrita não é boa, nem sofro.
Vou tentar ser racional, coerente, criativo e essas coisas que geralmente é esperada de blogueiros, mas provavelmente será um epic fail blog, mas não custa tentar, haha.
dificilmente você encontrará posts sentimentalistas, infelizmente sou muito frio e não sei nada sobre isso, se você quer ler coisas fofinhas procure um blog de menininha ;)
vou tentar expor meus pensamentos, reflexões, opiniões, se for "ctrl+c" postarei os devidos créditos, tenho como objetivo fazer novas amizades, adquirir conhecimento, informação, ficar sabendo de outros pontos de vistas e porque não, quem sabe, criar um pouquinho de polêmica.Não deixem de seguir, comentar, e adicionar nos favoritos para acompanhar os posts, me avisar quando eu estiver errado, com certeza estarei várias vezes.
quem não me conhece irá me conhecer ao longo das postagens.

Assistam a filme "Sobre café e cigarros"
escutem a música "One more cup of coffee"
se quiserem saber da onde eu tirei idéia pro titulo, etc.


ficaria muito feliz em ver que estou recebendo retorno, visitas, comentários e followers.
até logo queridos amigos cafeinados.


Receber Atualizações por E-mail

Coloque seu endereço de E-mail:

Delivered by FeedBurner

Follow by Email