quinta-feira, 28 de abril de 2011

Tudo morre

A rosa nasce
Desabrocha
Morre

O ser humano nasce
Conhece, esquece
Morre

O amor nasce
Dá prazer, faz sofrer
Morre

Tudo que nasce, nasce morrendo
É só questão de tempo
Nosso tempo está acabando
A vida e a existência não tem significado algum e de nada adianta ficar procurando

Vamos deixar de existir, talvez continuemos existindo um pouco mais na memória de alguns
Mas o tempo vai cuidar de apagar qualquer vestígio de qualquer existência
O universo fica, sem ligar pra tempo, espaço, fim e começo. (Diego Aguiar)


"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos. (Charles Chaplin)"
-

terça-feira, 5 de abril de 2011

Intervalo escolar

ela não sabe, ninguém sabe, só eu sei
o quão importante ela se tornou para alguém
quinze minutos que a vejo por dia
os quinze minutos de mais alegria

seu jeito meigo e encantador
seu olhar simpático expelindo amor
sua voz doce me deixa hipnotizado
seu sorriso contagiante me faz sorrir e seu brilho me deixa fascinado

quando estou ao seu lado o tempo para
aqueles quinze minutos viram um mar de eternidade
sou afogado por uma onda de felicidade
que me deixa tremulo, incapaz de dizer-lhe a verdade

meu coração acelera em uma incrível velocidade
fico tonto, sem saber o que fazer, paralisado
tento controlar minha respiração e pensar no que dizer
tarde demais, hoje ela não vai saber, que eu estou apaixonado

Receber Atualizações por E-mail

Coloque seu endereço de E-mail:

Delivered by FeedBurner

Follow by Email