sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Tempestade



Estou a caminho da escola, curso de informática, por volta das 7hrs, pedalo minha bicicleta ferozmente, porque além de estar ligeiramente atrasado o céu não está azul e nem azul escuro, está preto, parece que tem um “Black Hole” em cima de mim e isso é assustadoramente lindo, começa a chuviscar, chego, guardo a bike e assim que entro na escola a chuva aumenta bruscamente, chego ao pátio e penso: “ufa! Essa foi por pouco”, caminho com calma em direção a sala de aula e quando chego tenho a notícia de que não haveria aula, meio chateado, pois poderia ter ficado em casa deitado na minha cama vendo TV e bebendo algo quente, vou e sento-me em uma das várias mesas espalhadas pelo pátio em frente a cantina, o mais próximo possível da parte aberta, onde tem uma pela vista para observar e passar o tempo, a chuva já virou uma tempestade, relâmpagos e trovões, o barulho da água batendo no teto de alumínio é uma música, aquela chateação começa a mudar e uma felicidade súbita começa a tomar conta de mim, eu percebo como tudo aquilo é lindo, a natureza é a melhor artista do mundo e a tempestade é só mais uma obra artística que eu não admirava a muito tempo, o tédio virou alegria.Acaba a tempestade e entrou o chuvisco assim como acaba o texto e eu lembro que tenho um bom livro não terminado na mochila para devorar, adeus papel e caneta, até logo.

domingo, 31 de julho de 2011

O desalmado garoto ateu

Aquele garoto, sem deus, sem alma, tenta ver tudo de maneira racional, tenta entender porque ainda quer continuar vivo, nada mais para ele faz sentido, sofre de uma maldição, a maldição do pônei, brinks, a maldição de não acreditar em nada, ele não acredita em amor, não acredita em destino, não acredita em teorias da conspiração, nem em nada metafísico, um incrédulo, um infiel de carteirinha, não acredita em nenhuma mentira confortante, ele prefere engolir toda a dor do mundo a seco, sem mentiras, contos, ou coisas imaginárias para aliviar e isso tem um preço, ele vai sofrer mais que os outros, ele necessita sempre estar distraído e entretido com algo, porque se fica sem fazer nada, acaba refletindo e quando para á refletir acaba percebendo a merda sem sentido que é a vida dele, bate a depressão e ele pensa em suicídio, ele apenas enjoou de viver, sabe que pode até passar por bons momentos e ninguém vive apenas de tristeza, mas também sabe que ninguém vive só de alegria e tem a certeza que vai passar momentos horríveis, o coitado tem medo disso, pensa no porque de tudo e de que vale ficar fazendo parte desse joguinho que é a existência que brinca com todo mundo o tempo todo e depois descarta sem dó nenhum, e tudo o que ele passou acaba, toda sua memória, tudo pelo o que ele lutou, ele sabe que nada é eterno e tudo vai acabar em um momento e isso pode ser a qualquer momento, pobre garoto, sabe que é um egoísta, mesquinho, medíocre e sabe que todos ao seu redor são também, sabe que na verdade a maioria de seus amigos apenas finge se importar quando na verdade estão pouco se fodendo para ele, ele agora busca apenas o equilíbrio próprio, ele dá mais valor ao nascer do sol de domingo, ao filme dramático e bonito, á música com ritmo dançante, letra poética e voz doce, ao livro que o faz viajar em um mundo imaginário diferente e mais divertido, aos cogumelos mágicos e as várias coisas que o fazem ir para uma realidade diferente, ele gosta disso tudo mais do que qualquer pessoa, o garoto passou a odiar o padrão social, o sistema que ele diz ter transformado todos em escravos dos poderosos, a ignorância extrema do mundo, os preconceitos e a manipulação em massa praticado pela mídia, ele quer foder geral, todos os hipócritas, políticos corruptos e causadores da desigualdade social atual de seu país, de todos aqueles que merecem ser fodidos, ele se revoltou, mas não a nada o que ele possa fazer a não ser fumar maconha, relaxar e tentar esquecer de tudo, mas aí o que o governo resolve interferir na sua vida, nos seus gostos pessoais, e passa a proibi-lo de fumar maconha, ele diz que isso é uma invasão, que não é justo, que maconha não causa danos consideráveis, e que se a erva que ele gosta tanto é proibida porque faz mal e vicia, então o cigarro, o álcool, o café e até o bacon deveriam ser proibidos, ele sabe que nunca ninguém morreu de fumar maconha, e que a erva poderia ser a porta de saída de drogas piores como o crack, e poderia ser muito bem aproveitada no tratamento de doenças além de produzir inúmeros produtos bons e de qualidade, mas não adianta, a TV só mostra o que os espectadores querem ver, e como a maioria é mente fechada, nunca iriam transmitir esse tipo de informação, isso acaba fazendo com que o garoto maconheiro sofra um preconceito enorme por fumar e admitir ser maconheiro, esse jovem acaba sendo pego na rua por policiais, é assassinado de um modo que fez parecer suicídio, e é publicada uma notícia no jornal dizendo que o jovem sofria bullying na infância, ficou depressivo, passou a usar drogas e depois se suicidou, a notícia revolta a sociedade que passa a odiar mais ainda a erva que o garoto queria tanto que fosse legalizada e a fazer mais palestras contra o bullying, o garoto não conseguiu mudar o mundo, pelo contrario, foi vítima do sistema, acabou morto, como ele já sabia que aconteceria mais cedo ou mais tarde e tudo foi em vão.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Zoar não é bullying



Não agüento mais ouvir falar de bullying na escola, corredores lotados com cartazes do tema, palestras sempre falando a mesma coisa, repetindo sempre como se fossemos surdos, chega a ser uma poluição, sem falar que agora tudo é bullying, brigas, discussões, brincadeiras, zoações, etc.

Temos que saber diferenciar o bullying de outras coisas, para mim, bullying é uma forma de violência, física ou verbal, praticada por um ou mais agressores ou “bully”, contra uma pessoa incapaz de se defender, resumindo, um grande ato covarde geralmente praticado por pessoas com muita massa muscular e quase nenhuma massa cinzenta.

Mas tal coisa é bem diferente da “zoeira com a galera”, que é aquele momento em que damos risadas de nós mesmos, afinal, ninguém é perfeito, e quando você “zoa” alguém, você tem que aceitar ser zoado, fazer piada com o cabelo de um colega e ele revidar fazendo uma piada com sua roupa e ambos rirem da situação, por exemplo, isso não é bullying, isso é normal.

Acaba sendo uma poluição sonora e visual, um exagero e muita informação repetitiva e inútil, o bullying sempre existiu nas escolas e sempre irá existir, ás vezes mais, ás vezes menos, mas é inevitável, e poluição visual com cartazes meia boca e palestras com ex-vítimas de bullying, hoje moralistas vestidos de pingüim, não irá mudar isso.

E tudo isso por causa da maldita tragédia de realengo, só porque o atentado trazia INDÍCIOS de que o agressor sofria bullying na escola, e mesmo que tivesse sofrido o tal bullying, isso não justificaria tal ato, tudo isso que a sociedade, bullying não é uma máquina de criar psicopatas com desequilíbrio de personalidade.

A escola está se preocupando demais com o problema, tentando combate-lo a todo custo, inutilmente, chega de insistir nisso, vamos nos preocupar com o respeito em geral e com outros problemas, dar espaço para outros assuntos, que tal?

Obrigado leitores cafeínados, até outro dia.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Maldita Memória


A saudade me destrói por dentro 
Rasga, estraçalha, esmigalha, tritura, espanca sem dó
Madrugada solitária, sentado, pensando
Bebendo, fumando, e os bons momentos relembrando 
Aqueles momentos perfeitos que não voltarão com aquela pessoa amada
Esses pensamentos que fere meus sentimentos, boas lembranças que traz lágrimas no rosto do nada
 que faz-me querer gritar para tentar toda a dor expulsar, mas infelizmente, a unica cura é o esquecimento 
Como esquecer uma pessoa eterna, alojada aqui dentro? 
O Alzheimer seria uma cura para a minha doença no momento 
Do que adianta rezar? Do que adianta chorar? Do que adianta tentar entender? 
Isso é tudo inútil, vou tentar sorrir
E valorizar as coisas simples e belas que a vida pode me proporcionar

quinta-feira, 19 de maio de 2011

O Mito das Ecorodovias

Eu não sou nenhum ambientalista, defensor da natureza, o capitão planeta ou qualquer merda desse tipo, mas a hipocrisia me incomoda muito.
Meus caros leitores, vamos relaxar, pegar um belo copo de café, e pensar sobre a contradição que envolve a palavra (ECORODOVIAS), essa é uma empresa que se implantará em Indaiatuba(cidade onde moro) "de forma sustentável e socialmente responsável" segundo diz o site da empresa.Afinal, qual a relação de ecológico e sustentavel com áreas verdes sendo destruídas para a construção de armazéns e portos-secos? O que tem de ecológico e sustentavel em muito asfalto, animais silvestres atropelados, gastos de pneu e combustível?
Ferrovias são sustentaveis, rodovias não!
Eu acredito que isso, essa história de sustentabilidade e responsabilidade social é só fachada para agradar a CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), porque para essa empresa construir ela precisa da autorização da CETESB , ninguém pode sair cortando árvores e construir um armazém de 1,5 milhões de m² no bairro Pimenta sem autorização, e nada melhor para ganhar ponto com os ambientalistas do que colocar um grande ECO de ECOLOGIA no nome da empresa.
Como uma das maiores empresas de logística do Brasil, eles vão gerar muita grana, fama, emprego e crescimento para a cidade, mas dizer que esse projeto é sustentável é forçar a barra, não é?

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Tudo morre

A rosa nasce
Desabrocha
Morre

O ser humano nasce
Conhece, esquece
Morre

O amor nasce
Dá prazer, faz sofrer
Morre

Tudo que nasce, nasce morrendo
É só questão de tempo
Nosso tempo está acabando
A vida e a existência não tem significado algum e de nada adianta ficar procurando

Vamos deixar de existir, talvez continuemos existindo um pouco mais na memória de alguns
Mas o tempo vai cuidar de apagar qualquer vestígio de qualquer existência
O universo fica, sem ligar pra tempo, espaço, fim e começo. (Diego Aguiar)


"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos. (Charles Chaplin)"
-

terça-feira, 5 de abril de 2011

Intervalo escolar

ela não sabe, ninguém sabe, só eu sei
o quão importante ela se tornou para alguém
quinze minutos que a vejo por dia
os quinze minutos de mais alegria

seu jeito meigo e encantador
seu olhar simpático expelindo amor
sua voz doce me deixa hipnotizado
seu sorriso contagiante me faz sorrir e seu brilho me deixa fascinado

quando estou ao seu lado o tempo para
aqueles quinze minutos viram um mar de eternidade
sou afogado por uma onda de felicidade
que me deixa tremulo, incapaz de dizer-lhe a verdade

meu coração acelera em uma incrível velocidade
fico tonto, sem saber o que fazer, paralisado
tento controlar minha respiração e pensar no que dizer
tarde demais, hoje ela não vai saber, que eu estou apaixonado

segunda-feira, 28 de março de 2011

Vício de punir silenciosamente

As vezes o que você está fazendo não é importante para ninguém além de você (checar email, estudar, comer, etc...), chega alguém e manda você fazer algo, sem pedir por favor, sem perguntar se você está ocupado, e se você dizer que faz em 5 minutos a pessoa responde que não, que você precisa fazer imediatamente e inventa N motivos para você levantar da cadeira, é por isso que dá mais vontade de ficar sentado, fico sentado uns 10 minutos como punição pela falta de educação, pelo egoísmo e pela pressa desnecessária. Mas não digo uma palavra se quer, para não levantar discussão, porque sei que tenho a razão e isso basta.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Mercado da fé, pequenas igrejas, grandes negócios.



Olá colegas leitores cafeínados, depois de muito tempo sem atualizar esse humilde blog ofuscado na imensidão internética, venho trazer a vocês esse post onde vou expor minha opinião em relação ao mercado da fé, isso mesmo, mercado da fé, acho que esse é o termo ideal para definir o modo como as igrejas fazem dinheiro descaradamente.
Como meus textos não estão causando os efeitos que eu esperava, estou postando pouco, se isso mudar e o blog começar a ter mais visitas e comentários eu começo a postar mais frequentemente.

Todo mundo sabe que a igreja cristã desde o início de sua existência adora passar a perna em seus seguidores e faturar uma graninha, não?
Por exemplo, vendiam passagens para o céu(indulgências), pedaços de tecidos(manto sagrado) e pedaços de madeira(cruz de Cristo).
Até vir um cara bom chamado Lutero e pensar: “Os católicos estão faturando demais, esse negócio da Fé da dinheiro mesmo, vou fazer uma religião que critica o catolicismo para roubar os clientes deles”.

A partir desse momento surge a briga: Católicos VS Protestantes que dura até hoje.
E com o passar do tempo as religiões vão crescendo e o mercado vai aumentando assim como a quantidade de produtos(livros, produtos bentos, milagres, programas de tv e rádio, excursões, discos, shows e muitos outros.

Mas o que está em alta mesmo agora são os cruzeiros marítimos , isso mesmo, as duas Igrejas estão investindo loucamente nesse negócio que é altamente lucrativo, católicas fizeram o “Cruzeiro Católico Navegando Com Nossa Senhora” e o Edir Macedo da igreja universal não perdeu tempo, lançou o “Cruzeiro Gospel”.


Conclusão =>
A meta das igrejas cristãs sempre foi e sempre será conseguir mais clientes seguidores para roubar salvar mais pessoas.

lembrando que essa é a minha opinião, sinta se a vontade para falar o que pensa nos comentários.

até a próxima maninhos.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Amor Moderninho

Agora qualquer criança já sabe o que é amor, e tem um novo a cada dois meses.
É o tipo de amor que começa e termina pelo MSN, até o pedido e o rompimento é feito pelo MSN.
O amor moderninho funciona muito rápido, são 60 dias de namoro no máximo.

Esse tipo de amor é baseado em SMS de bom dia e boa noite, depoimentos fofinhos no Orkut, de Nicks do MSN com coraçõezinhos, de replys melosos no Twitter, de comparações de letras de músicas com relacionamentos, juram amor eterno pela internet.
Que graça tem namorar e não assistirem filmes juntos? Aquela comédia romântica para rirem juntos na noite fria, ficar grudadinho pra esquentar.
O romantismo morreu junto com Romeu&Julieta, só pode.
Que graça tem não dormir juntos, não fazer sexo, dar alguns beijinhos sem graça, jurando estarem apaixonados, mesmo tendo tempo de sobra só se ver no final de semana para não enjoar um da cara do outro.

Começam a namorar sem nem conhecer o parceiro direito e juram que amam e juram que são amados, porém isso não passa de dois meses, será que realmente sabem o que é o amor?
Nem eu sei o que é, mas acredito que não seja isso, se for, estou decepcionado.

Assim vão as garotinhas que tem medo de ficarem solteiras, pulando de um relacionamento pro outro, quando está namorando está com a ilusão do amor e da felicidade, quando estão solteiras estão chorando e dizendo que o garoto é um traste.

Espero que tenham gostado, deixem comentários com seus pontos de vistas.

Até a próxima meus caros.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Juventude Junkie!

Caros amigos, eu admito ser suspeito para falar desse assunto, talvez eu esteja enganado, mas vou colocar o que penso e vocês me dizem o que acham.

As vezes eu fico indignado ao ver a velocidade de como a precocidade aumenta com o passar do tempo, por exemplo, quando eu tinha 14 anos eu não saia do meu bairro, meus passatempos nos finais de semanas eram futebol com os amigos, bolinha-de-gude, playstation1, lan-house, TV Globinho, etc. Agora tenho 18 anos e vejo na rua garotos e garotas de 14 anos fumando e bebendo vodka, seus pais não fazem idéia disso, isso fez eu me perguntar. Por que isso acontece?

Talvez influência do meio social do qual esses jovens querem fazer parte? Eles vêem que a galera cool fuma e bebe, e acham que para serem aceitos e serem legais terão que beber e fumar também, é tipo uma mistura de falta de personalidade e autoconfiança com desespero de socializar e fazer amizades, isso tudo começa com a intenção de fazer amizades, depois se transforma em vício, depois em conflitos familiares quando os pais ficam sabendo de tudo, as vezes nem é vício, na verdade alguns nem gostam, mas preferem mentir para eles mesmo do que se passarem por ridículos perante aos pais e amigos, por isso quando vejo alguém fumando sem tragar ou tossindo ao tentar tragar, acho lamentável, a pessoa engana ela mesma, mas não a mim. Sobre isso penso que quem só se permite fazer amizades com bêbados e fumantes não merece a amizade de ninguém.

Outros motivos também comuns que levam os mais novos ao vício é a curiosidade, curiosidade essa que sempre foi o combustível para o conhecimento e que agora vira também para os vícios, os meninos vêem tanta gente fumando e bebendo, é claro que alguns pensam, “se tanta gente fuma deve ser porque mesmo matando da algum tipo de prazer e eu quero saber que prazer é esse, vou comprar um maço e pedir pro meu amigo me ajudar”. Acho que esses dois erros não são coisa de outro mundo, realmente a nicotina da uma sensação de prazer e alívio, ainda mais junto com cafeína, tem gente como eu que não liga de correr os riscos, e isso deveria ser respeitado.Inconveniência da parte de quem condena os fumantes e quem gosta de falar o que está escrito bem grande no próprio maço de cigarros, como se o fumante fosse analfabeto.


A bebida eu acho que é just for fun mesmo, o problema é quando o novato não tem conhecimento de seu próprio limite e coloca-se a beber sem parar, resultado disso é vômitos, desmaios, trabalho para os amigos e as vezes até internação, isso sim é desagradável e eu reprovo.


Até a próxima meus queridos.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Atitude Brasileira

Esse post será em homenagem a uma pessoa que foi muito especial para mim, que me ensinou muita coisa, meu segundo pai, Alberto Giacomo Dettori que infelizmente faleceu ontem na madrugada do dia 18 aos 48 anos.

"Sorria, embora seu coração esteja doendo
Sorria, mesmo que ele esteja partido
Quando há nuvens no céu
Você sobreviverá..." Charles Chaplin.

Segue abaixo o texto sobre política escrito pelo homem que será eternamente amado e lembrado, não só por mim, mas também pela minha mãe, meu irmão e outras pessoas que admiravam a sua bondade, coragem, atitude e amor...


Atitude Brasileira, por Alberto Dettori.

Fico pasmo (não sei se existe uma palavra mais contundente) em ver a reação do povo brasileiro para com as atitudes dos nossos queridos políticos. 

Denuncias diárias envolvendo estes caras e os seus amigos e parentes fazem parte pelo menos do 60 % das noticias veiculadas pelas mídias brasileiras. Qual é a reação do povo, ou seja, das vitimas de roubo? 
1 – Se reúnem nos botecos (botecos!! Não clubes privados cuja mensalidade é alta) para tomar as suas pingas (pinga!! Não wisky importado) e sonham com uma vida de político de maneira tal de poder roubar igual a eles e entre as outras coisas serem deixados em paz das suas mulheres e esposas podendo arcar com as varias despesas para deixá-las contentes. 
2 – Se reúnem nas Igrejas pedindo ao Senhor que de um jeito nestes sem vergonha sem considerar o fato mais importante: a cobiça faz parte da conseqüência da queda de Adão e Eva, por isso Deus não vai fazer mais nada, está cansado de ver tanta falcatrua. Ele vai pensar em você só depois de morto. Não adianta!! 
3 – As mulheres se reúnem em volta do tanque de lavar roupa (tanque!! Não cabeleireiro) e a frase mestra é: “Ah!! Se meu marido tivesse estudado para poder se meter em política; eu poderei...”. Os pontinhos deixam espaço a muitíssimos desejos e sonhos que poderiam ser realizados se o marido fosse um político, metáfora para dizer “Ah!! Se meu marido pudesse roubar igual aos políticos...”. 
As explicações de tanta falta de reação a tanta roubalheira são muitas. Eu aqui queria sublinhar uma delas: o povo brasileiro tem fome; fome de justiça também, mas principalmente fome no estrito sentido do termo. O povo brasileiro trabalha mas ganha muito pouco e por isso deve preocupar-se em colocar comida em casa para si e a própria família e pagar as varias contas do mês, sendo obrigado assim a desviar a própria atenção para saciar a sua fome de justiça. Ou seja, não pode se interessar onde e como tal político gastou o dinheiro que roubou porque já está muito ocupado em tentar gastar com juízo o pouco dinheiro que ganha. Resumindo os espertos políticos criaram uma política salarial tam apertada para o bolso do povo de maneira tal de não deixar tempo suficiente para pensar em coisa fazem os governantes. “Vamos deixar o povo ocupado em sobreviver assim não pensam em nos!!” 
Faço parte de uma geração que viveu o ’68 francês; o povo protestava de verdade, não se limitava a choramingar em frente a um copo de pinga; batia pra valer, fazia sentir a sua voz, conseguia fazer valer os seus direitos, não sonhava em serem políticos para roubar, sonhavam em se tornar sociólogos para poder estudar sistemas políticos humanitários que levassem a igualdade social; existia moral e respeito para com os outros. 
Quando este pais verá a justiça e o povo poderá pensar em cuidar que os governantes sejam justos?

Alberto Giacomo Dettori, Eterno em nossos corações.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Bandas Coloridas

Olá amigos, peguem mais 1 copo de café e relaxem para refletir sobre o assunto de hoje
Hoje irei dar minha opinião sobre um assunto da atualidade, deixe seu comentário com sua opinião a respeito.
O Blog está começando agora e como podem ver ainda não tem nenhum seguidor, então clique ali do lado em “seguir” se puder, Obrigado.

Ultimamente esse novo estilo musical chamado de Happy Rock está fazendo muito sucesso e a conseqüência disso foi o surgimento de dois grupos gigantescos de pessoas, as que amam o estilo colorido por razoes idiotas e as que odeiam o estilo por razões mais idiotas ainda.
Sinceramente, pior do que quem vai em show de Happy Rock, são os que falam que vão na frente para zoar ou entrar pra tacar limão na cara do cantor.
Eu não escuto esse tipo de música, não me agrada, mas conheço pessoas legais fans de Restart.
Se você é desses que acha que possui o melhor gosto musical do mundo, foda-se, guarda para você essa ilusão idiota, não precisa ficar revoltadinho, gritar para os outros na rua “Emo Viadinho”, deixar de falar com uma pessoa porque ela usa calça colorida, usa franja ou coisas do tipo, quem pratica esse tipo de preconceito, pratica para se sentir superior, para achar que é melhor que a outra pessoa mas na verdade é pior, para insinuar aos outros amiguinhos preconceituosos que é 100% macho e come muita mina, mas com isso só conseguem provar que são burros, punheteiros preconceituosos, vermes miseráveis que precisam humilhar os outros para se sentirem superiores.
É só isso, me desculpem o linguajar.
Até o próximo post.

Ecologicamente Incorreto

Saudações queridos leitores, pega sua xícara de café e não acenda o cigarro dessa vez porque pode poluir o ar.
Nesse post irei falar sobre o meu ponto de vista em relação aos Ecochatos.
Sintam-se a vontade para concordarem ou discordarem de mim.

O Super-Ecochato é a Pessoa que se acha ecologicamente correta, se acha o “Capitão Planeta” e afirma que vai salvar o mundo porque não joga lixo no chão e prega sermão em quem joga, aconselho a não jogar nem papel de bala na frente dela, porque ela jamais vai perder a chance de usar os argumentos que ela considera fodões e inquestionáveis contra você, não porque ela realmente se importa, na maioria das vezes é para causar a “boa impressão”, para falar que pensa em outras coisas além de comer e assistir Big Brother Brasil ou só para irritar mesmo.
O pleneta está ai, firme e forte a mais de 4 Bilhões de anos, já passou por furacões, terremotos, chuvas de meteoritos,  movimento de continentes, erupções vulcânicas, tsunamis, bombas atômicas e um monte de merdas, e o chato acha que o mundo vai acabar se ele não encher o saco por causa daquele pedacinho de plástico, e se sente muito ofendido se alguém o chama de hipócrita.
Eles tem a mania escrota de perguntar:
- Você joga lixo no chão da sua casa?
- Não
- Então porque joga lixo na rua? Você também mora na Terra.
- Não faz sentido sua comparação, eu não sou mendigo. Se isso lhe incomoda tanto pode pegar o lixo e jogar.
- Vou chamar meus Ecochatos Friends.

Se isso acontecer saia correndo, ou pegue uma planta e faça de refém.
Uma dica para as pessoas que perdem tempo chateando os outros com isso, vá ler um livro.
O problema é que as pessoas não se conformam em ser minoria, Acham que porque fazem isso, todo mundo tem que fazer.
Não odeio os chatos, odeio os chatos que tentam transformar todo mundo em chato.
Odeio também quem chama de burro alguém só porque tem uma opinião diferente
Um abraço meus caros, até a próxima.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Bondade

Se você se acha ou conhece alguém que pratica apenas bondade, ou você não conhece a pessoa direito, ou você não se conhece direito, todos os seres humanos sem exceções são maldosos de alguma forma, sim, oportunistas, interesseiros, invejosos, ambiciosos, tem de todo tipo, uns mais e outros menos, mas todo ser humano pensa unicamente e exclusivamente nele mesmo, até nas coisas boas que fazemos, nós fazemos já pensando no que receberemos em troca, somos bons com outras pessoas por interesse mesmo, por mais que a pessoa pareça praticar apenas pura bondade ela tem um fundinho “filha da puta” que você não conhece e que talvez só vá conhecer depois de um bom tempo de amizade ou casamento com ela, mas temos que aprender a conviver com nossas “filhasdaputagens” e as dos outros também. Afinal, o quão ruim seria você se assumir que é ruim? Acredito que nenhum pouco, pelo contrário, acredito que um alto nível de cultura é alcançado quando nos livramos de auto bajulações e crenças supersticiosas. A pessoa que se diz religiosa e 100% bondosa está no ápice da hipocrisia.
Se religião fosse sinal de bondade Hitler não teria feito o que fez.
Um exemplo dessa hipocrisia está escrito no livro mais lido e controverso(na minha opinião), A “Bíblia Sagrada” onde as pessoas que a escreveram citam um ser(Deus) que é infinitamente bondoso, justo, 100% compreensivo e ama a todos igualmente mas ao mesmo tempo diz para você temer ele, como assim? Ter medo de algo que é infinitamente bondoso? Será que é mesmo bondoso? Porque no próprio livro é citado a IRA de Deus, o dilúvio, destruição de cidades, sacrifício humano. Você tem certeza que é justo condenar ao sofrimento, angústia e tristeza eterna no fogo no inferno uma pessoa só porque ela é homossexual ou não acredita na bíblia?
Enfim, se até para criar um personagem fictício totalmente bom em um livro o homem não conseguiu muito menos conseguirá ser um.
“O ateu não diz ‘Deus não existe’. O que ele diz é ‘Eu não sei o que você quer dizer com Deus. Esta palavra não tem um significado claro ou definido para mim. Eu não nego Deus porque não posso negar aquilo que não consigo conceber e cuja concepção pelos que defendem sua existência é tão imperfeita que eles não conseguem defini-lo para mim” (Charles Bradlaugh, Nov. 25, 1883)
Deus no banco dos réus Vídeo de complemento.

Apresentação

Olá meus caríssimos leitores, estou começando a blogar agora e esse é meu primeiro post, peguem leve comigo ok?
Sim, tenho consciência que minha escrita não é boa, nem sofro.
Vou tentar ser racional, coerente, criativo e essas coisas que geralmente é esperada de blogueiros, mas provavelmente será um epic fail blog, mas não custa tentar, haha.
dificilmente você encontrará posts sentimentalistas, infelizmente sou muito frio e não sei nada sobre isso, se você quer ler coisas fofinhas procure um blog de menininha ;)
vou tentar expor meus pensamentos, reflexões, opiniões, se for "ctrl+c" postarei os devidos créditos, tenho como objetivo fazer novas amizades, adquirir conhecimento, informação, ficar sabendo de outros pontos de vistas e porque não, quem sabe, criar um pouquinho de polêmica.Não deixem de seguir, comentar, e adicionar nos favoritos para acompanhar os posts, me avisar quando eu estiver errado, com certeza estarei várias vezes.
quem não me conhece irá me conhecer ao longo das postagens.

Assistam a filme "Sobre café e cigarros"
escutem a música "One more cup of coffee"
se quiserem saber da onde eu tirei idéia pro titulo, etc.


ficaria muito feliz em ver que estou recebendo retorno, visitas, comentários e followers.
até logo queridos amigos cafeinados.


Receber Atualizações por E-mail

Coloque seu endereço de E-mail:

Delivered by FeedBurner

Follow by Email